Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

(RE)GENERATION – A edição 2020 da Maison&Objet

O que é a Maison et Objet

A primeira edição da Maison et Objet foi realizada em 1995, ela acontece duas vezes por ano em Paris. Por lá é reunido todo tipo de arte que tem relação com interiores: objetos decorativos, equipamentos e mobílias que revelam a tendência do momento no segmento. São também apresentados novos talentos que se tornam verdadeira fonte de inspiração para arquitetos e designers no mundo todo.  

• A Maison et Objet conta com seis mostras: 

• Scènes d’intérieur – “alta costura” da decoração

• Maison et Objet Projets – mostra de soluções técnicas

• Craft – espaço para exposição de artesanato. 

• Musées – interseção entre cultura e decoração. 

Há ainda a área de Outdoor Indoor, com mobiliário para áreas externas. O tema da primeira edição deste ano foi (RE)GENERATION, ela aconteceu entre os dias 17 e 21 de janeiro e tratou sobre os desejos e expectativas da “geração engajada. Hoje a geração de 20 e 30 e poucos anos está disposta a se unir para mudar o mundo diante de tantas crises globais. 

Maison et Objet 2020: o natural é tendência

Essa geração que está questionando muitos padrões, eles querem fazer a diferença com novos valores no modo de vida de todos. A natureza entra como foco principal que norteia as criações, esses novos consumidores sonham em viver rodeados pela natureza, por isso tentam trazer elas para dento de casa. Materiais veganos e economia responsável estão entre suas principais pautas. No cenário de (RE)GENERATION, pequenos produtores ganham espaço, juntamente com as mercadorias artesanais. 

 O resultado disso? Uma cada ainda mais integrada com a natureza, com matérias-primas naturais como madeira, linho, lã e cerâmica. Prepare-se para ambientes cada vez mais aconchegantes e acolhedores. A tendência é utilizar tons como bege, marrom e terracota para criar espaços mais suaves, além de inserir objetos e móveis em formatos mais orgânicos. Confira alguns destaques da feira e inspire-se para o seu projeto.

Volte para as suas raízes

Estamos um momento de grande valorização de processos manuais. As raízes culturais se fazem presentes nas texturas mais naturais. O novo luxo é o artesanato: detalhes em lã e tramas ganham destaque em 2020. Linho e veludo estão super em alta. Isso nos mostra a busca do fazer a mão e do artesanal. Elementos naturais como palha, fibra e corda apareceram em várias peças de mobiliário e acessórios como luminárias.

O imperfeito é novo belo

Temos que concordar que o ambiente de casa está sempre em evolução, assim como nós. Então por que a pressa para uma casa perfeita? A tendência agora é cada vez mais se aproximar do real, e o real é imperfeito. Espaços verdadeiros e que respeitam o momento de quem vive ali. Entram em cena as peças de cerâmica assimétricas, mobílias orgânicas, linhos desbotados e tudo aquilo que nos aproxima do que realmente somos: nada óbvios.

Cores vibrantes e texturas

E por fim, as cores continuam entre terrosos e pastéis, porém entram em cena também alguns tons vibrantes como laranja e vermelho, principalmente em tapeçaria e estofados. As texturas nos lembram a importância do feito à mão e nos remete ao aconchego que a natureza oferece. 

Rolar para cima